Sábado, 28 de Agosto de 2004

...florir...

bela.jpg

...poderia passar a vida à procura da beleza; poderia passar o tempo em busca duma absoluta incerteza; sentir-me feliz mesmo na tristeza; olhar para este botão de rosa que de tão suave se torna delírio na sua visão e afagar sua leveza, sentindo paz na solidão...
publicado por quim às 21:35

link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De quim a 29 de Agosto de 2004 às 21:51
...to JB: aceitar, sim, a solidão... abraço
De quim a 29 de Agosto de 2004 às 21:50
...to Betania: este fim de semana o dediquei às minhas flores... ***
De quim a 29 de Agosto de 2004 às 21:49
...to Bugra: desse lado do oceano surgem sempre beijos grandes e sempre estendo as palmas das minhas mãos para os receber...e neles florescer *
De JB a 29 de Agosto de 2004 às 20:20
"Sentindo paz na solidão". Uma frase basilar que muitos de nós gostaríamos de poder praticar. Quando o espírito se encontra em plena harmonia, então será possível, não só sentir a paz, como aceitar a solidão. Ambas parte do nosso Ser.
De betania a 29 de Agosto de 2004 às 18:58
quim, florir, florescer, aflorar...tudo aponta na
direcção da beleza, do mistério da cor, do milagre da natureza que consegue transformar flores em frutos e afins...tudo tão belo e ao
mesmo tempo quantas vezes nem paramos um pouquinho a pensar nestes pormenores da vida.

A Bugra, escreveu uma maravilha, adorei. Dá-lhe
parabéns por mim.

Quim se puderes passa no meu blogue e como entendido, gostaria que me desses a tua opinião
sobre a matéria que coloquei "A ética e a Lei" a
propósito das leis que regem a Blogosfera. Se me
puderes ajudar, agradeço-te.

Beijinhos, florescentes, coloridos, com os passarinhos da Bugra cantando nas janelas...
De Bugra a 29 de Agosto de 2004 às 14:39
florescer.... vc fala em florescer... eu ainda por este lado do oceano.. ainda estou a guardar sementes..

Pássaros cantando
despertam a casa inteira..
Ah! Começou.
Ando Sesmarias de Inverno
Sem métrica. Apenas
oferto a poesia brotada
do Coração.
Ando léguas,e mais léguas.
Sesmarias de Agosto... em tempo de Invernias.
-És Bugra forte (diz meu velho pai)... renasces a cada dia.
Renasço a cada dia ouvindo pássaros cantando..
nas frias soleiras das janelas..
Mas sorrio como menina
quando a casa inteira,
a de dentro e a de fora..
desperta!
Aves !...
Bênçãos da Pachamama
que anuncia:
Tempo de guardar sementes..
para colher poesia.
Frutifico..reverbero..
Chave nas mãos
vou abrindo portas..
viro cor de novo..pinto..
respiro cor, esperança e poesia...
E dentro de mim voam pássaros
em direção a um novo dia.

beijo grande na palma de vossas mãos.. com carinho, admiração e respeito..

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ...fim

. Apetites

. ...primeiro aniversário.....

. ...mudei para aqui:

. ...dá prazer ouvir...

. ...amar como o vento...

. ...upgrades...

. ...morreu...

. ...nave...

. ...adeus Fialho...

.arquivos

. Novembro 2006

. Junho 2006

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds