Sexta-feira, 21 de Novembro de 2003

...fidelidade e infidelidade...

...claro que a maior parte dos assuntos versados neste fórum, fazem quase sempre uma "tangente" por este tema...
...um tema vasto e muito dificil...
...como o abordar, como o posso eu abordar, eu que tanto falo e escrevo sobre o amor, sobre a dádiva, sobre o amor incondicional?

...vou tentar...mais uma vez....

...uma relação entre um casal pressupõe, acima de tudo, a existência de amor, a vivência desse amor, a fortificação desse amar, dessa forma de estar, de se ser e de se darem um ao outro...

...este facto, esta necessidade, não "obriga" que esse amor ou essa forma de amar "deva" durar para toda uma vida em comum, ou seja, o amor sendo universal e devendo nós amar tudo e todos duma forma incondicional, não "obriga" a que o amor "resista" a um desgaste dentro da relação de um casal...

...quando nos "casámos" não o fazemos para toda a vida (como catolicamente nos "obrigam"...) mas sim porque gostamos um do outro daquela forma e naquele momento...

...e aqui é que tudo se pode alterar, é que aquela forma pode mudar e os momentos passam a ser outros que não aquele que se viveu naquela dada altura...

...eu nunca fui fiel!...E, no entanto, amei sempre!... Amei sempre a mulher com quem me relacionava naquele dado momento como amei sempre todas as outras, pela simples razão de que eu amo...e não sei amar de outra forma!...

...o que é ser fiel?

...o que é ser infiel?

...para mim não existe fidelidade nem infidelidade, para mim existe amor, existe uma forma de estar neste mundo que é amar tudo e todos de uma forma incondicional; aceitar que da mesma forma que eu amo, há um outro ser (a mulher com quem eu me relaciono por exemplo naquele dado momento) que também pode amar como eu!

...e amar é dar-se, amar é darmo-nos totalmente e essa forma de dádiva pressupõe o compreender, o aceitar, o entender e, muito acima de tudo, o querer simplesmente que o "outro" seja feliz!... E se esta felicidade "passar" por outro amor, "passar" por outra relação, eu apenas tenho de entender que, naquele momento, a forma de ser e de estar não é a mesma que era no momento anterior... Se se amar verdadeiramente, vai-se entender esse facto, vai-se compreender isso, vamos aceitar que queremos a felicidade do outro em detrimento da nossa!...

...amar é isso, é amar de tal forma que o outro seja mais importante do que nós próprios!...

...porém, o que está de errado e o que torna o amor em dor e te faz sofrer ou te faz falar em infidelidade, é apenas o errado sentido de posse que ainda existe na nossa cultura, talvez também na nossa espécie, talvez na idéia errada da traição, de sermos "substituidos" por outro alguém!...

...já o disse tantas vezes, ninguém é de ninguém! Como posso eu "possuir" a minha companheira, como posso ser eu "dono" dela? O amor ou uma relação pressupõe e/ou obriga à escravidão? Ou seja, és minha e de mais ninguém? Aqui já? Não "sais" daqui?

...amar é deixar fluir...

...amar é deixar ir se isso for a forma de amar do nosso ser amado!

...amar é desejar que o ser que amámos seja feliz, da forma que ele quizer e não da forma que eu "quero"...

...amar é, pura e simplesmente, dizer:- "Vai e sê feliz, e se fores feliz com quem quer que seja, eu vou também ficar feliz, por ti!...

...não há nada a perdoar, não há que perdoar... há apenas que amar, há apenas que entender e aceitar...

...aceitar e saber agradecer tudo o que nos é dado, e darmo-nos da mesma forma que desejamos que se nos dêem a nós!...

...a infidelidade de que se fala habitualmente passa quase sempre pela "troca" de alguém por outro alguém, um momento de deslize como se diz, uma traição!... Vejam isso de outra forma forma, vejam isso como uma procura constante da felicidade e não cercem os outros dessa procura; deixem que todos tenham a possibilidade de "voar", de encontrar outros horizontes, de buscarem o amor...

...a busca do amor é uma procura constante e só iréis parar quando vos convencerdes que o amor é amar duma forma sem posse, nem destino, duma forma incondicional...

...amar-vos mesmo que não me amem...
publicado por quim às 15:33

link do post | favorito
De best online casinos a 2 de Maio de 2005 às 05:42
Hi great site. If you like gambling, try these best online casinos (http://www.peechy.com) free casinos online ranked (http://www.peechy.com) craps online (http://craps-online.peechy.com) play craps online games (http://craps-online.peechy.com) best internet blackjack (http://internet-blackjack.peechy.com) play blackjack on the internet (http://internet-blackjack.peechy.com) play internet poker online (http://internet-poker.peechy.com) internet poker game (http://internet-poker.peechy.com)
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ...fim

. Apetites

. ...primeiro aniversário.....

. ...mudei para aqui:

. ...dá prazer ouvir...

. ...amar como o vento...

. ...upgrades...

. ...morreu...

. ...nave...

. ...adeus Fialho...

.arquivos

. Novembro 2006

. Junho 2006

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds