Sábado, 13 de Dezembro de 2003

...voos palermas...(continuação IV)...

...hoje não me levantei cedo nem tarde; levantei-me apenas: A primeira coisa que faço é ir à porta do cozinha olhar o sul, porque à hora a que me levanto, não sendo cedo nem tarde, o Sol já está bem a sul sobre o meu quintal; assim fiz e o Sol lá estava acompanhado de uma aragem fria; meti o nariz nessa aragem e inspirei o ar frio da manhã... os meus pardais ainda estão cá... ainda não se foram
...ouvi-os chilrear, mais uma vez; brindavam ao Sol ou brindavam o Sol (não sei qual é a diferença mas apeteceu-me escrever assim)
...aqui há uns meses atrás morreu uma cadela collie aqui pertença dos meus vizinhos; um dos netos ofereceu-lhes hoje uma outra cadelita da mesma raça (um pouco mais tarde fui-lhe fazer umas festinhas no pelo macio e esfreguei aquele focinho comprido e esguio...quis saltar para o meu quintal e ainda deitou uns vasos ao chão...os vasos do vizinho...)

...a meio da manhã fui tomar o café habitual (um ritual com quantos anos?...Não sei, já se perdem no tempo da memória...)
...olhei o céu que entretanto se cobrira de núvens mas vi que haveria mais sol logo à tarde (eu percebo do tempo... o weather.com ajuda um bocado, claro...)

...sentei-me aqui a olhar para este meu amado fórum; muito no fundo da minha alma uma lágrima deve ter caído por ler baboseiras em cima de baboseiras em discussões estéreis que a nada levam pois não veiculam verdades, apenas insinuações, acusações e nada de concreto... discutem o indiscutivel...e muito bem diz o Vasco "De nada serve"...

...escolhi um CD de música, ao calhas e relembrei momentos vividos; mais algumas lágrimas (bolas, carago, com tanto Sol e ainda só senti tristeza... mas há momentos destes...)

...quando olhei para o relógio neste ecrã, eram horas de almoçar e de dar de comer ao meu cão e ao meu gato; já lá estavam em cima, os dois, deitados à espera das suas rações... olhei o quintal e o espaço que o abrange: um melro soberbo passou uma tangente a um pardalito que saía duma das árvores...

...a tarde passou nas voltas que tive de dar por aí

...agora é de noite e estou no meu canto, no silêncio da minha noite, ouvindo-a e escrevendo estas palavras porque alguém hoje à tardinha me perguntou por elas...


(redigido a 13.11.03)
publicado por quim às 17:26

link do post | favorito
De quim a 14 de Dezembro de 2003 às 10:37
Obrigado betania, pelas tuas simpáticas palavras!...
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ...fim

. Apetites

. ...primeiro aniversário.....

. ...mudei para aqui:

. ...dá prazer ouvir...

. ...amar como o vento...

. ...upgrades...

. ...morreu...

. ...nave...

. ...adeus Fialho...

.arquivos

. Novembro 2006

. Junho 2006

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds