Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2003

...só sei o que sinto...

...sabia o que sentia mas não sentia o que sabia...era como uma espécie de torpor...um estar sem estar ou um ser sem o ser...vinha de bem fundo de mim sem vir...apenas vinha...não que fosse muito importante mas estava ali, ao meu lado, ou seria por cima?... Não sei, mas será que importa? Talvez sim, talvez não. E, já agora, para quê? Sim, para que saber? Valerá a pena? Penso que não, mesmo pensando que sim...é algo que não sei definir mesmo sabendo o que é...E é apenas porque sinto que está comigo mas não sei o que é que está comigo...como explicar algo que não se explica? Sim, como? E, para que explicar? Valerá a pena explicar? E, depois de explicar, o que é que fica? Apenas uma explicação? E, o que é uma explicação? Ficará explicado aquilo que se explica? OU não vale a pena explicar o que não tem explicação? Mas, o que é que não tem explicação? O inexplicável? Não sei...só sei que sabia o que sentia mas não sentia o que sabia...Voltei a olhar...olhei...vi. Mas vi o quê? Não sei, só sei que vi mas não sei por que vi...talvez apenas por ter olhado...se calhar, não...Mas não interessa, ou interessa? Será que interessa o que estou para aqui a escrever? Será que aquilo que estou a escrever será lido? Mas isso o que é que interessa para mim? Mas devo eu interessar-me pelo facto do que eu escrevo poder ser lido ou não? Mas se não me interessar, para que escrevo eu? Só para mim? Então não se escreve para os outros? Ou será que só se escreve para nós? E, o que é que se escreve? Aquilo que se sente ou sente-se aquilo que se escreve? E, isso importa? Mas, afinal o que é que importa? Ou, o que é que é importante? Onde está a importância do importante? Mas será que o que é importante para mim será importante para os outros? Se calhar não é...mas se não é para que penso eu que é?
...É...já não sei o que é...Mas afinal o que é que eu estou a escrever? O que é que eu quero dizer? Mas será que devo dizer o que penso que devo dizer ou não devo dizer o que penso que devo dizer? Não sei ou será que sei? Confusão na minha cabeça...ou será que é a minha cabeça que está na confusão? O que é a confusão? E, por falar em cabeça...mas, espera aí eu não falei em cabeça, eu escrevi...Não, na verdade, não se escreve para que os outros nos entendam...escreve-se apenas porque temos necessidade de comunicar...precisamos de dizer...mesmo que dizendo nada se diga...Mas será que nada disse? Terei dito algo?
...Na verdade só sabia o que sentia mas não sentia o que sabia...
publicado por quim às 17:04

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De as1160307 a 1 de Dezembro de 2003 às 17:19
Ora bem, muito bem, mais um! Não queres te juntar ao clube!!!"Chamem-me Louco!"

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ...fim

. Apetites

. ...primeiro aniversário.....

. ...mudei para aqui:

. ...dá prazer ouvir...

. ...amar como o vento...

. ...upgrades...

. ...morreu...

. ...nave...

. ...adeus Fialho...

.arquivos

. Novembro 2006

. Junho 2006

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds