Quarta-feira, 30 de Junho de 2004

...merecemos o aplauso...

Defaul1.gif

...VIVA a NOSSA SELECÇÃO...
VIVA PORTUGAL

(venha quem vier, a Taça no Domingo é nossa)
publicado por quim às 22:10

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Junho de 2004

...inevitabilidade...

Está por aí, nos arquivos, um post meu intitulado "...acerca dele..."
Nesse post, alguém contava algo sobre mim, sobre a minha vida, sobre o que eu estava a viver naquela altura; nesse post, alguém me desnudava...

Posteriormente, algumas alterações se verificaram no que lá estava descrito... veio entretanto a ordem de internamento de uma das minhas velhinhas e tal facto veio criar mais "espaço" para a minha vida, para o meu "sossego", para a minha "libertação"...

E a vida tomou novos rumos e novos caminhos; tudo se altera, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma, ou seja, tudo se manteve, apenas noutra forma...

No passado sábado, e com imensa suavidade, a vida dela se extingiu... resistiu no seu corpo de 34 quilos, até aos 93 anos de vida de solidão... partiu sem saber que partia, sem consciência do que se estava a passar com ele e à volta dela... o mundo dela era apenas uma forma de estar ali... cuidada pelos outros que por mim cuidada tinha sido... foi uma vida franzina num corpo franzino num espírito franzino... tinha apenas uma mãos muito fortes e apertava-me imenso os braços quando eu pegava nela...

Nunca esteve doente... nunca sofreu, pois, fisicamente... foi alguém que passou a sua vida activa a tratar dos outros; primeiro, dos 3 irmãos, depois do pai acamado (meu avô paterno, um gigante de 2,05 de altura e 110 quilos de peso a quem apelidavam de "O Almirante" pelo seu porte altivo e soberbo) e, posteriormente, para subsistência, como Ama de Companhia de pessoas idosas e doentes... prestou serviço em casa particular de Ministros do antigo regime; ganhou estatuto de porte altivo no trato e nunca mais o perdeu.
...sábado faleceu... hoje foi a sepultar...
...viveu (talvez isolada no seu pequeno mundo) como alguém que não aumentou a humanidade quando nasceu nem a diminuiu quando partiu...

...fica a lembrança singela de uma velhinha que se chamava tia Bela...

publicado por quim às 15:52

link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Junho de 2004

...queremos mais...

Defaul1.gif

...claro que valeu a pena o sofrimento...agora...queremos mais!...
publicado por quim às 08:53

link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Junho de 2004

...gotículas...

azulceu.jpg
...de água pura em azul celeste em flor solitária de nome sem nome em terra dura...
publicado por quim às 14:46

link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Sábado, 19 de Junho de 2004

...silêncio...

tor.jpg

Bendigo o silêncio que me envolve; há tão-somente o chilrear dos pardais que no meu quintal fazem os tais voos palermas; são imensos e, neste momento, com o vento norte que sopra um pouco forte, esse piar dilui-se porque o som vai para sul deste meu canto.
Me encanto, sem espanto, neste doce manto de paz e de solidão. Não estou triste nem a mágoa me consome apesar de tal estado ser enorme. Me entrego a ela em paz e com muita serenidade; não faço alarde nem a tento afastar. Aguardo apenas; aguardo o que houver para aguardar; não vou apressar o passo para passar em frente o que tenha de vir ainda a passar; não sei o que está para vir mas sei que algo virá.
Bendigo, pois, o silêncio que me envolve. Sinto-me nele como dele fosse parte e não existisse sem que ele me deixasse; penso mesmo que, presentemente, eu deixaria de ser o que sou se o silêncio me abandonasse; no entanto, grito e desejo que tal aconteça, grito e anseio que ele desapareça, que algo surja para eu rir às gargalhadas. Porém, me assalta uma dúvida: que outra paz e serenidade poderei ter se este silêncio me abandonar? Será que a luta e o movimento será uma outra paz? Será que quando o actual silêncio me abandonar eu irei ter novamente um outro silêncio?
Há muito já que ele faz parte de mim, ou se calhar não tanto tempo assim; todavia, a contagem até nem é importante, nós é que damos a importância que se sente deva ser dada, ou talvez não, talvez nem mereça ser assim tão doce ou mesmo breve; é que não sei se o estado de alma que sinto é doce e longo se amargo e curto, se amargo e longo ou doce e curto; sei apenas que me sinto bem e ao mesmo tempo sei que não o posso aguentar muito mais tempo.
Tragédia esta a minha que de tão simples a faço tão complicada.
Mas não seremos nós os complicadores que de tanto complicarmos as coisas, estas se tornam mesmo complicadas? Se calhar assim é. Resta-me, por isso, a esperança de que seja eu que esteja a laborar num erro e não que seja o erro um erro em si mesmo.
O nevoeiro que nos cobria há 48 horas dissipou-se; o sol está novamente brilhando; pode ser que seja um bom augúrio, ou talvez apenas uma mudança de vento; que seja o que tiver de ser; nada mais simples que aceitar o que nos for dado vivenciar.
Bendigo, portanto, o silêncio que me envolve.
No entanto, espero apenas (nem que seja um grito) que algo me acorde.

publicado por quim às 15:43

link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Junho de 2004

...no meu ventre...

...no meu ventre não escondo nada
...nem a noite nem a madrugada
...no meu ventre guardo a mágoa
...deste meu peito raso de água
...no meu ventre explode o amor
...que solto ao vento se esvai
...e em pélagos de sangue
...no teu rosto ele cai
...no meu ventre explode o amor
...sentido, dorido, sofrido
...amor passado, presente e futuro
...no meu ventre escondo tudo
...com o meu ventre expludo
...em míriades de estrelas
...que vagueando pelos céus
...enchem os lindos olhos teus
...no meu ventre escondo as palavras
...do meu ventre dou à luz as palavras
...do meu ventre
...de bem dentro de mim
...me dou completo


(republicação)
publicado por quim às 18:00

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 15 de Junho de 2004

...incendiar...

Fogo.jpg

...o calor "brinda-nos" com a chama, o fogo, o fumo, a sirene, o bombeiro, a àgua, o cansaço, o descanso, o sono, o sonho e tantas outras coisas neste mês de Junho...
publicado por quim às 17:15

link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Junho de 2004

...cansado...

...estou cansado
...cansado de ver sempre as mesmas notícias
...cansado de olhar para o écran da TV e verificar que nada de novo existe neste País
...cansado de verificar que todos ganham, ninguém perde
...cansado de ouvir de manhã até à noite os mesmos títulos parangonais
...cansado de não vislumbrar luzes ao fundo dos túneis
...sim, porque não existe apenas um único túnel; já existem muitos
...cansado de nada e cansado de tudo
...cansado do nada que me dão
...cansado por tudo o que me atiram
...como se eu tivesse estômago para digerir tudo
...como se eu não tivesse um niquinho de entendimento para saber que existem coisas que não se podem mastigar quanto mais engolir
...cansado desta paz podre que nos cerca e nos entedia
...cansado desta guerra de vozes e de sons com que nos querem ensurdecer
...cansado do alheamento e das situações que o forçam ou que nos forçam a ele
...cansado de saber que não sei o que gostaria de saber
...cansado de ser e também de não o ser
...cansado de tudo

...resta-me o pensamento, a voz e a escrita para gritar que estou vivo
...resta-me a sensação de tranquilidade do silêncio a que me entrego
...resta-me a possibilidade de dizer isto ou até mesmo aquilo
...sabendo de antemão que palavras destas são apenas minhas
...e que só eu as sinto e as entendo, porque minhas
...sabendo de antemão que palavras as levam o vento
...mas aqui, onde me sento,
...sem um lamento
...excepto este
...eu não me vendo
...e compreendo
...que mesmo não querendo
...vou esquecendo
...que a realidade não existe,
...que tudo subsiste
...num sonho triste
...de saber que o cansaço não me provoca a sonolência
...de me provocar uma doce dormência
...que me deixe ficar até ao fim
...nesta rara, mas desejada demência!...
publicado por quim às 13:40

link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|
Domingo, 13 de Junho de 2004

...voto...

...já votei
...já cumpri com o meu dever cívico
...já fiz o que me compete fazer como cidadão
...não sei se adianta muito ou não
...mas esse poder me é dado pela constituição
...e, pelo menos esse, exerço
...talvez não muito bem
...mas com devoção!...
publicado por quim às 11:45

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Sábado, 12 de Junho de 2004

...Portugal...

Defaul1.gif

...que a nossa Bandeira continue a ser desfraldada por muitos e muitos longos anos, não só por razões do futebol mas também por muitas outras... que o desânimo acabe de vez...
publicado por quim às 10:56

link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. ...fim

. Apetites

. ...primeiro aniversário.....

. ...mudei para aqui:

. ...dá prazer ouvir...

. ...amar como o vento...

. ...upgrades...

. ...morreu...

. ...nave...

. ...adeus Fialho...

.arquivos

. Novembro 2006

. Junho 2006

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds